quinta-feira, 23 de abril de 2015

Pensamentos chenguianos a esmo (pt. 2)

"O amor é o laço que une, aproxima e ata duas pessoas, fazendo com que, diferenças sejam toleradas, defeitos compreendidos, virtudes exaltadas; ele, o amor, assemelha-se a um lindo bonsai, que, sendo cuidado, regado, alimentado, e aparadas as possíveis arestas, permanecerá belo e vistoso."



"A natureza consegue ser perfeita em sua interação com as criaturas, provendo sua subsistência no tempo certo e oferecendo beleza e exuberância aos olhos mais sensíveis."

"Mulheres que externam sua fé de maneira simples, verdadeira e contagiante conseguem obter sapiência e maturidade em suas vidas, temer á Deus é mais que um mero exercício religioso, é reconhecer que Ele é a razão de tudo, a gênese de todas as coisas, e a força que nos mantêm vivos."

"O pódio é para poucos, exige-se labor, obstinação, perseverança, foco, aqueles que almejam sucesso na vida, a única senda que os conduzirá ao êxito é a do trabalho e dedicação, no qual, cada semente plantada na beira do caminho, redundará em uma fértil colheita."

"O tempo passa, é efêmero, fugaz, tem pressa, é inexorável, amadurece, envelhece, traz à tona a verdade, revela segredos, aprofunda incógnitas, desvenda mistérios, o tempo passa..."

"Cada vez mais as mulheres têm ocupado espaço e galgado lugares de destaque na sociedade, não por serem simplesmente mulheres e belas, mas também por sua capacidade, inteligência, obstinação e muito charme e sensibilidade frente à resolução dos problemas."

"A juventude é o frescor dos verdes anos, onde nossas potencialidades estão em eferverscência, no qual o ímpeto juvenil aflora com todo o vigor, a irreverência é a doce irresponsabilidade adolescente são contumazes, são os anos no qual nos sentimos eternos, forever young."

"A arte da contemplação do belo resulta de olhos artísticos, uma alma suscetível, e a certeza de que, nas nuances da natureza, seja na fauna ou flora, é que conseguimos visualizar o que há de mais belo em nosso mundo."

"Um olhar, apenas um olhar, pode ser traduzido de inúmeras formas, através dele, se exala, sentimentos, paixão, consternação, desejo, cobiça, alegria ou tristeza, um olhar, nele se contempla o mundo externo, mas externa o interior, um olhar, misterioso, apaixonante, sincero, observador, um olhar, apenas um olhar."

"Há lugares que assemelham-se a um oasis, com uma atmosfera paradisíaca, onde reina a paz, no qual a natureza expõe toda a sua exuberância, onde a flora se mostra majestosa, onde o toque Divino assume a autoria de sua existência."

"A paz é a certeza de que, mesmo em meio ao caos e às intempéries, a nossa alma descansa e permanece incólume, serena e tranquila, crendo que, independente de quaisquer circunstâncias, toda e qualquer tempestade precede a bonança."

"Numa alma infantil habita a pureza, a inocência, atributos que nós adultos perdemos com o passar dos anos, e que nos faz falta, pois, boa parte das contendas, guerras e mazelas do mundo são frutos de adultos com o coração endurecido pela ganância, ódio e a prepotência."



Paulo Cheng 

2 comentários:

  1. Pensamentos lindos e bem legais,Paulo! abração,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica querida, agradeço o carinho de sempre, um grande abraço pra ti.

      Excluir

Olá queridos, você está em meu site, o paulocheng.com, um espaço onde eu escrevo e posto minhas impressões, meus devaneios, minhas inspirações e sandices, desde já agradeço pelo acesso, lembrando que você não é obrigado a comentar, pois não há uma obrigatoriedade ou imposição, caso você não ache interessante ou esteja com preguiça, não tem problema, o que quero aqui é o prazer acima de qualquer coisa, e não obrigatoriedade, ok? Que Deus possa te abençoar em Cristo Jesus.