quinta-feira, 6 de setembro de 2012

O prazer de ser blogueiro


Hoje, depois de algum tempo como blogueiro, não pensei que essa brincadeira fosse durar muito tempo. Depois quase dois anos da minha primeira postagem aqui, o texto foi esse aqui: “O recrudescimento do ódio”, postado em 11 de setembro de 2010, ainda estou com gás para dar continuidade a esse trabalho. E os frutos são muitos, 360 postagens ao todo, 44. 309 visualizações, 479 seguidores, muitos blogs legais que conheci, muitos amigos que ainda mantenho contato, o saldo foi pra lá de positivo, amadureci minha forma de escrever, conheci vários escritores maravilhosos, e angariei amigos fiéis, se eu interrompesse as atividades do meu site, já estaria bastante satisfeito com o resultado.


Bem, mas qual o verdadeiro prazer em ser blogueiro?

Ser blogueiro é: extravasar através do teclado nossas experiências pessoais para o mundo, sejam experiências legais, divertidas ou desastrosas, tristes, tudo vira inspiração para um novo post (matéria). Dependendo da criatividade do blogueiro, as situações mais inusitadas viram uma excelente e divertida matéria.

Ser blogueiro é: conhecer um monte de gente legal e interessante, mas também uma pá de gente chata e zuada. Com quase 2 anos que tenho nessa lida, já conheci pessoas super do bem que me agregaram conhecimento e que continuam me inspirando nessa gostosa vida de blogueiro. São amizades virtuais que valem á pena. São frutos deste delicioso métier.

Ser blogueiro é: pagar pau de jornalista mesmo sem nunca ter cursado uma facul na área. Vez por outra, nos sentimos os próprios William Bonner e Ana Paula Padrão da blogosfera. Esmeramos-nos em escrever como se as matérias fossem ser primeira capa em algum grande jornal e quando há muitos acessos, ou comentários, arrotamos de redatores da Folha de São Paulo ou outro grande veículo de comunicação, mas é gostoso isso, mesmo que seja de mentirinha...

Ser blogueiro é: amar cada vez mais a escrita. Ler e escrever se torna palavra de ordem, obrigatoriedade para ser um bom blogueiro. Um Blog de sucesso não se sustenta lançando mão somente do Ctrl+C e Ctrl+V, é preciso criatividade, espontaneidade, bom humor, inteligência e às vezes uma pitada de ironia e sarcasmo para amealhar adeptos e seguidores. Por enquanto só disponho de sarcasmo, mas um dia chego lá.

Ser blogueiro é: escancarar os nossos gostos, desejos, filmes prediletos, bandas favoritas, estilos de música que curtimos, livros que lemos, lugares que visitamos ou desejamos visitar, é falarmos abertamente de nossas crenças religiosas, é adorarmos a Deus explicitamente, enfim, é compartilhar tudo aquilo que gostamos sem impor, é diluir um pouco de nós em cada texto, é despirmos nossas almas com prazer e alegria.

Ser blogueiro é tudo isso e muito mais. Sinto-me realizado como blogueiro, tenho crescido como pessoa, aos poucos estou aperfeiçoando minha escrita, e creio que, de uma forma ou de outra, exerço algum tipo de influência sobre outros blogueiros de forma positiva. É o máximo ser blogueiro, lógico que não rola grana nisto, no máximo a satisfação de escrever e ser lido e alguma notoriedade no mundo virtual, afinal de contas, quem não gosta de aparecer e ser o centro das atenções?



Paulo Cheng

16 comentários:

  1. Paulo, meu amigo de fé!
    Em primeiro lugar, muito obrigada por ter me citado.
    Depois, penso que é bem por aí, ao blogar nos desenvolvemos na interação com os outros, nos desenvolvemos na escrita, podemos exprimir nossa opinião, conhecer outras pessoas e trabalhos. O que, infelizmente, acontece, é que tudo isso despende de tempo, disponibilidades diversas, inclusive de inspiração; mas ainda assim, vale muito a pena.
    Já te deixo minhas felicitações pelos dois anos do site!
    Abração para ti e a Michel!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cissa amigona, como estais?

      Muita coisa boa aconteceu nesses dois anos, e uma delas foi te conhecer, e o teu blog também, já me dou por satisfeito.

      Um abração pra ti.

      Excluir
  2. Ser blogueiro é estar circulando com alegria pelos blogues amigos ,postar coisas do bem e nos sentir bem com isso. E ainda ter a alegria de ser citada como aqui,legal! Valeu!Obrigadão! abraços,chica e lindo feriadão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso realmente nos faz bem Chica, é uma baita terapia.


      Abç.

      Excluir
  3. Paulo, as redes sociais de uma forma geral vem se consolidando como uma fonte inesgotável de informações. Ouvi outro dia da boca de um catedrático professor de jornalismo o seguinte: o jornalismo de algum modo terá de sofrer alguma renovação no seu todo, principalmente depois da internet. Nas grandes emissoras de rádio das grandes cidades, o ouvinte deixou de ser um mero participante para se tornar figura ativa dentro de suas programações. Algumas emissoras de São Paulo e do Rio recorrem aos ouvintes para passarem informações acerca do trânsito, de um flagrante ou de um fato que esteja acontecendo naquele momento. É o que chamam de ouvinte repórter. Os jornais através dos muitos artigos que seus leitores publicam em suas páginas vêm descobrindo talentos maravilhosos. Veja o exemplo da própria Cissa, do blog "Humor em Conto". Um talento notório para escrever artigos e crônicas. Você mesmo Paulo, e aqui não estou querendo fazer media, até porque não é do meu tipo. Desde quando te acompanho, tenho lido coisas maravilhosas aqui. Mesmo que eventualmente possa vir discordar de alguma delas, pois isso não importa. O conteúdo é o que vale. E esse é incontestável. O André do blog "Verdades e Bobagens" é outro talento da escrita aqui na blogosfera. Poderia citar outros tantos. Apenas citei esses como exemplos. Por tanto, assim como no rádio e nos jornais, as redes sociais e, em especial os blogs, tem revelado talentos maravilhosos. E o segredo disso? O título de seu post, "o prazer de ser blogueiro" já responde. É esse prazer que talvez seja a razão de fazer com que cabeças pensantes de grandes talentos surjam por aqui. Parabéns pelo texto amigo. Sou seu fã cara. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Paulo César, como estais?

      As redes sociais mudaram a nossa forma de se comunicar, começou com o Orkut, depois outras foram surgindo, e o que era uma brincadeira despretensiosa, acabou virando algo sério para muitas pessoas que gostam de escrever, e a onda de blogs só veio dar um impulso e oportunidade para escritores anônimos, e muitos talentos despontaram na blogosfera, e independente de reconhecimento ou talento, ser blogueiro é uma forma de interagir de forma agradável com os outros, e isso não tem preço.

      Um grande abraço pra ti.

      Excluir
  4. Chengão meu irmãozim marélim!
    N´s já passamos da barreira da internet e nos tornamos amigos de verdade. E eu fico muito grato pela sua lembrança aí meu velho!

    Tudo o que vc falou leva minha assinatura!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Dedé, com certeza já passamos da barreira da amizade virtual e já nos transformamos em amigos reais, e sempre estamos nos falando pelo telefone.

      Um abração pra ti e família.

      Excluir
  5. Oi Cheng, meu irmão de fé
    Já disse que gosto muito de seus escritos, e como disse lá no meu blog, acho que temos uma interação muito legal mesmo, espero um dia conhecê-lo pessoalmente e sua esposa Michel. Concordo em gênero, número e grau contigo no texto, tanto nesse dia do meu aniversário, disse o quanto gosto de ser blogueira tanto no face, quanto no meu último post, vc viu. Obrigada meu amigo por me citar, veja como estamos sintonizados, eu não citei nenhum nome no post, mas na minha resposta ao seu comentário eu disse o quanto vc é um amigo importante para mim, então a recíproca é verdadeira.
    Bjão para ti e para Michel. Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de te dar os parabéns pelos dois anos de blog! Eu ainda chego lá!
      Bjos.

      Excluir
    2. Oi Lu, muitas coisas legais me foram proporcionadas por causa do blog, uma delas foram as amizades leais que amealhei, e vc foi uma delas.

      Um abraço.

      Excluir
  6. Oi Paulo!
    Caramba, você disse tudo neste texto, ser blogueiro é ser tudo isso! E realmente a sensação é de uma realização tão grande, que quase não há explicação!
    Nem imaginaria que você rasgaria um pedaço dessa seda para mim XD
    Um abração e uma ótima semana para você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom, mas toma um tempo e é uma responsabilidade que nos absorve Dudu, mas sabendo levar a coisa, conseguimos trabalhar sem o peso da cobrança ou obrigatoriedade.

      Abraço pra tu.

      Excluir
  7. Oi Paulo,

    Tudo bem? Parabéns pelos dois anos, pois, assim como a taxa de mortalidade de micro e pequenas empresa existe, isso é realidade em blogs. Todavia, com fé em Deus, tudo é possível, principalmente se inspirar e inspirar pessoas.

    Fica com Deus!

    Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu, obrigado, consegui vencer muitas barreiras, e sigo com esse trabalho que me faz bem.

      Um abração pra ti.

      Excluir
  8. Olá, bom dia! Ontem seu blog me chamou a atenção no grupo: vi que vc é um irmão em Cristo!
    Como vc também sou blogueira há dois anos, e escrevi a um tempo atrás um post sobre a vida de blogueira. É tudo de bom! rsrsrs
    Gostei muito do seu blog e voltarei mais vezes para conhecer melhor.
    Segue abaixo os links do meu blog se quiser me fazer uma visita. Será um prazer!
    Um abraço, que Deus o abençoe.
    Adelisa.

    http://adelisa-oquerealmenteimporta.blogspot.com.br

    http://adelisa-oquerealmenteimporta.blogspot.com.br/2012/06/vida-de-blogueiro.html

    ResponderExcluir

Olá queridos, você está em meu site, o paulocheng.com, um espaço onde eu escrevo e posto minhas impressões, meus devaneios, minhas inspirações e sandices, desde já agradeço pelo acesso, lembrando que você não é obrigado a comentar, pois não há uma obrigatoriedade ou imposição, caso você não ache interessante ou esteja com preguiça, não tem problema, o que quero aqui é o prazer acima de qualquer coisa, e não obrigatoriedade, ok? Que Deus possa te abençoar em Cristo Jesus.