segunda-feira, 19 de março de 2012

Talento olindense em dose dupla

Olá a todos, mais uma vez tenho o prazer de trazer pra vocês o talento de dois amigos e poetas aqui de Olinda, são artistas que vocês já conhecem, um é o Carlos Braga, meu companheiro de trabalho e a Margarida Alves, também minha vizinha e prestes a lançar um livro com suas poesias e poemas, são dois talentos brutos que merecem o nosso admiração e respeito. Bem, vamos nos deleitar com os seus trabalhos.

Margarida Alves

O Amor

Essencial
Especial
Fundamental
Sensual
Sensível
Sedutor
Abrasador
Mutante
Excitante
Excelente
Eterno
Fraterno
Benéfico
Restaurador
Multiplicador
Transformador
Modificador
Maravilhoso
Sonhador
Promissor
Lindo
Magnifico
Intenso
Imenso
Frágil
Verdadeiro
Único
Insubstituível
O Amor

Poema de Margarida Alves



Carlos Braga

Olinda

Olinda, cidade bela e linda. Minha pequenina e irradiante menina
Nasceste fidalga, surgiste na aurora em uma exclamação que até hoje aflora
Com a jovialidade de uma princesa, para seres coroada para sempre uma eterna rainha
Renasceste das cinzas quando ainda muito jovem sentiste a dor e o desejo de parir
O teu primeiro filho, o teu primogênito Recife
A tua adorável e inesquecível paixão, sempre serás abençoada por Deus que te oferece
As dádivas da natureza para embalar esse amor que conquistaste com muito louvor
Nasceste aldeia, recebeste o título de vila, te tornaste cidade e hoje és patrimônio
Da humanidade.
Talvez muitos não saibam que a tua avó foi a cidade do cabo e que a tua mãe foi Igarassu
E que o Recife que amamentaste hoje te reverencia e te saúda relembrando o teu
Sublime e esplendoroso passado, enaltecendo tuas lutas, tuas vitórias e tua
Garra e dedicando votos de eternas felicidades que pertence ao Recife e também a ti
E por seres essa cidade menina que se agiganta e por teres essa magia que contagia
E encanta oferecendo o teu seio, teu carinho e teu colo a quem de ti se aproxima
Quero sempre ser mais um filho teu para me deliciar dos fraternais e ardentes beijos teus

Poema de Carlos Braga

9 comentários:

  1. Margarida e o Carlos são pessoas que sempre me deram uma baita força aqui no site, cedendo suas criações literárias e sempre serei grato por essa colaboração, se eu tivesse muita grana, bancava o livro deles dois, mas independente disto, seus talentos já são conhecidos por muita gente através deste espaço, parabéns aos dois por esse talento invejável.

    ResponderExcluir
  2. Ambos poetas são maravilhosos! Lindo aqui! abração ,linda semana e tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Beleza Chengão, meu irmãozim marélim!
    Legal essa oportunidade que você deu pros dois publicarem aqui.

    Parabens amigo!

    ResponderExcluir
  4. Macedo da Silva, Natal, RN.

    Gosto bastante de poemas, poesias e afins, não sei distinguir um do outro, mas admiro a capacidade e o talento que essas pessoas têm para discorrer sobre fatos de uma forma tão bela e poética, e essa oportunidade que você disponibiliza aqui para outras pessoas postarem seus escritos é algo fraternal, louvável. Parabéns ao Carlos Braga e a Margarida Alves, belíssimos textos.

    Um abraço Paulo Cheng.

    ResponderExcluir
  5. Ola Paulo,
    Primeiramente te parabenizo por abrir espaço em seu site para a divulgação da cultura de sua cidade através da arte dos dois poetas em questão.

    É muito legal poder ter contato com obras de diferentes pontos do Brasil e com características bem diferentes.

    Admiro muito quem sabe "brincar" com as letras deste jeito, o que não é o meu caso! Parabéns aos três!

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
  6. Ae Chengão!
    Eu quero ganhar o livro do Jim ;_;.
    Bom, gostei muito da postagem que vc divulgou o trabalho dos dois poetas ai! Muito legal os textos!
    Sobre Morrissey..ah que maravilha, vc viu o shows pelo site! Olha não era voz dela que estava detonada não..era o péssimo equipamento de som que ferrou legal. Porque ao vivo dava pra ver que ele estava cantando bem mas a sonorização não ajudou.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Paulo, não estou conseguindo publicar comentário...

    ResponderExcluir
  8. Puxa, Paulo,
    publiquei de tarde dois comentários, ... não sei o que houve, mas não apareceu...
    adorei os poemas e a oportunidade que deste para eles.

    Seguinte, te passei por e-mail a matéria do Turismo, com o texto e fotos, ficou bem legal.
    Tenho duas opções de data para você publicar, e que posso fazer chamada lá no Humoremconto.
    Nunca conecto pela manhã, se você puder responder lá no Humoremconto que data e se aceita, pois o blog consigo acessar pelo celular, o e-mail, não. Tomara que este comentário seja publicado...

    Abração!

    ResponderExcluir
  9. Paulo, muito tri!
    Ok!
    Pode postar na noite de seta-feira mesmo, no primeiro minuto de sábado posto a chamada, ok?
    Maravilha!

    Quanto a não conseguir comentar no teu site, é problema do meu computador mesmo, estou tentando resolver umas coisinhas, mas vai dar tudo certo.

    Mas que bom que gostou, fiz as fotos no domingo, estava num gripão, mas fiz com o coração! (rimou)

    Abração (rimou de novo) hahaha!

    ResponderExcluir

Olá queridos, você está em meu site, o paulocheng.com, um espaço onde eu escrevo e posto minhas impressões, meus devaneios, minhas inspirações e sandices, desde já agradeço pelo acesso, lembrando que você não é obrigado a comentar, pois não há uma obrigatoriedade ou imposição, caso você não ache interessante ou esteja com preguiça, não tem problema, o que quero aqui é o prazer acima de qualquer coisa, e não obrigatoriedade, ok? Que Deus possa te abençoar em Cristo Jesus.