segunda-feira, 27 de setembro de 2010

NÃO PRETENDO

 











Olá pessoal. Aqui vai mais um lindo poema da artista literária (ou poetisa como queiram) Margarida Alves, extravasando através das tintas e papeis seus sentimentos, emoções e divagações acerca da vida. Se deleitem!


 NÃO PRETENDO


Não pretendo fazer tudo pra agradar quem se sente melhor que eu
Não pretendo dizer a verdade, mesmo tendo razão, pra provocar mágoas
Nem abrir um sorriso forçadamente, sem vontade, sem querer...pra que?
Nem descobrir onde estão meus erros, sendo consciente que os tenho já me basta
Nada de querer ser o que não posso, só pra mostrar aos outros, fugindo das minhas próprias verdades·.

O hoje me vem como um presente, restando apenas vivê- lo
Sem nenhum apelo ou apego a nada, apenas amando e respeitando os outros
E, em primeiro lugar, a mim mesma, sem nenhuma apelação ao artificial
Apenas sendo quem sou, de forma clara e sincera, falando minhas verdades sem medos nem fingimento.

São assim meus métodos de vida, minha essência, meu caráter, meu ser, puro e claro
É assim que me gosto, me amo me aceito sempre, de forma individual com pensamentos só meus, essenciais a minha vida
Pois o meu ego me faz bem e tenho orgulho de ser quem sou e o que sou
O que tenho em meu interior é o meu mais sublime e puro orgulho de ser
O que possuo, me vem conforme minhas condições, como qualquer um
Mas o predominante em mim se chama amor próprio e orgulho dos meus sentimentos, que me faz felíz e confiante do que me vem pela frente·.

Assim, sendo clara e objetiva, sigo meu caminho com a consciência tranquila, tendo a verdade como o lema principal do meu ser
Mantendo firmeza no que aspiro sonhos sempre pendentes que me impulsionam a seguir sempre em frente, com otimismo, fé, positividade, esperança, confiança
Certa sou de que todos também têm suas próprias verdades

Respeitando as de cada um, mas elevando e valorizando mais as minhas
Pois só eu me conheço e mereço estar aqui, nesse universo, nesse momento
Participando com todos, vivenciando com alguns, confiando em uns
Tendo sempre acesa a chama da minha fé e da minha vitória que sei que um dia vem
Apesar de que o agora já é a minha vitória, que é a minha vida, que me faz sentir inúmeras, intensas, imensas e inacabáveis emoções, essas únicas, secretas, reais, exclusivas, infinitas e só minhas
Eternamente minhas mesmo já não existindo mais aqui nesse espaço chamado vida!

Texto de Margarida Alves.


4 comentários:

  1. "O hoje me vem como um presente, restando apenas vivê- lo."

    E do hoje temos que tirar a nossa melhor parte!
    ADOREI!
    Ótimo post.

    =D

    ResponderExcluir
  2. HAUHAUAH muito bom o post e o blog!
    acesse!
    http://danilofutebol.blogspot.com/
    abraços

    ResponderExcluir

Olá queridos, você está em meu site, o paulocheng.com, um espaço onde eu escrevo e posto minhas impressões, meus devaneios, minhas inspirações e sandices, desde já agradeço pelo acesso, lembrando que você não é obrigado a comentar, pois não há uma obrigatoriedade ou imposição, caso você não ache interessante ou esteja com preguiça, não tem problema, o que quero aqui é o prazer acima de qualquer coisa, e não obrigatoriedade, ok? Que Deus possa te abençoar em Cristo Jesus.