terça-feira, 24 de março de 2015

Felicidade: extraindo deleite nas coisas simples.

Ser feliz, um estado sentimental no qual todos nós anelamos e buscamos, muitas vezes, em lugares, coisas e pessoas, contudo, para alguns, ela é subjetiva, para outros, algo prático, tangível. Mas o que venha a ser felicidade? Onde a encontramos? Quanto tempo dura? Perguntas frequentes que permeiam nosso consciente, mas que requerem respostas complexas e divergentes.

terça-feira, 10 de março de 2015

Os valores paradoxais da riqueza e da pobreza



Desde os primórdios da sociedade que sempre houve abismos sociais, pessoas abastadas, vivendo nababescamente, em detrimento de pessoas miseráveis, em condições subumanas, tentando sobreviver como animais. Em determinadas sociedades, ou melhor, em todas delas, o trabalho dos pobres financiam a riqueza dos ricos, de uma forma ou de outra, é um abismo que nunca vai se findar.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Pensamentos Chenguianos a esmo (pt. 1)

“O futuro às vezes é incerto, uma incógnita, entretanto, boas sementes que lançamos em terra hoje, é um presságio de que, uma colheita abundante e diversificada teremos no porvir.”


“Sonhos só tornam-se realidade quando há a junção de desejo, labuta, perseverança e realização, há também as frustrações, mas quando a perseverança toma as rédias, a conclusão é sempre a realização.”

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Gosto e não gosto


Imagem extraída da internet
Gosto de massas, não gosto de carnes
Gosto de música clássica, não gosto de pagode
Gosto de livros, não gosto de jornais
Gosto de gente alegre, não gosto de gente sisuda
Gosto do campo, não gosto de praia