sábado, 16 de julho de 2016

Volúpia

Imagem extraída da internet 
Volúpia, desejo incontido, aprisionado, enclausurado, que, como uma erupção vulcânica, entra em ebulição e irrompe, dando vasão aos extintos mais viscerais que superabundam o âmago do nosso ser. A volúpia está insuflada de forma melíflua em nosso ser, e acessível ao mais simples toque ou visão.

terça-feira, 21 de junho de 2016

Humanidade: dançando a mesma dança

Dizem que o homem descende diretamente do macaco, bem, isso não passa de teoria científica, e que ele evoluiu, se tornando um hominídeo e passando por várias fases, inventando o fogo, a roda, e desbravando as leis da natureza, e foi se aglomerando e dando lugar às comunidades e sociedades, solidificando comportamentos, construindo condutas ético-morais, atravessou os milênios e alicerçou o que hoje chamamos de sociedade.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Meus muitos 'eus'

Como definir uma pessoa? Por uma conversa? Uma atitude? Um comentário alheio? Como definir uma pessoa? Os seres humanos são complexos, e possuímos sentimentos que brotam do âmago de nosso ser que nos fazem tomar atitudes e agirmos de forma tão distinta em determinados momentos que, é difícil definir com palavras o caráter de uma pessoa.

sábado, 2 de abril de 2016

E no final de tudo... Saudades.

Antes de tecer quaisquer comentários, gostaria de avisar que a intenção deste texto não é torná-lo melancólico, mas reflexivo, pois tratar de saudade sempre gera uma conotação e sentimento de introspecção que sorrateiramente conduz-se à tristeza, abordar a saudade realmente é algo que beira a melancolia, contudo, sempre nos traz lições de grande valia.